Covil: Tradução em Portugues e Letra - Warllock

A Letra e a Tradução em Portugues de Covil - Warllock
Covil: Tradução e Letra em Italian - Warllock Italian
Covil: Tradução e Letra em Ingles - Warllock Ingles
Covil: Tradução e Letra em Espanhol - Warllock Espanhol
Covil: Tradução e Letra em Frances - Warllock Frances
Covil: Tradução e Letra em Alemao - Warllock Alemao
Covil: Tradução e Letra em Portugues - Warllock Portugues
Covil: Tradução e Letra em Russo - Warllock Russo
Covil: Tradução e Letra em Holandês - Warllock Holandês
Covil: Tradução e Letra em Sueco - Warllock Sueco
Covil: Tradução e Letra em Norueguês - Warllock Norueguês
Covil: Tradução e Letra em Dinamarquês - Warllock Dinamarquês
Covil: Tradução e Letra em Hindi - Warllock Hindi
Covil: Tradução e Letra em Polonês - Warllock Polonês
Abaixo, você encontrará letras , videoclipes e traduções de Covil - Warllock em vários idiomas. O vídeo da música com a faixa de áudio da música será iniciado automaticamente no canto inferior direito. Para melhorar a tradução, você pode seguir este link ou pressionar o botão azul na parte inferior.

Covil
Letra de Warllock

Violência é coisa de branco rico
Enquanto isso no banco fico
Vendo o vizinho morrendo
A família sofrendo e o meu povo pagando mico

Mano, eu nasci num maldito circo
Onde todo leão é domado
E como aberração é tratado
Jogado na vala por mais de um suíno

Som de tiro por aqui é hino
Nego é adulto já desde menino
Fuzil é brinquedo que mete medo
No filho da puta que ousa encarar

E quem vem comprar
Chega tremendo tentando entender
O que acontece, quando ele sai
Com o cu cheio de droga pro apartamento e desaparece

Até parece um universo
Alternativo do da notícia
Pra cada herdeiro que mata os pais
Dez pretos morrem na mão da polícia
É grande a malícia
Lá no baile funk com a pati chapando à luz da lua
Mas se me encontra usando Juliet
Atravessa logo pro outro lado da rua

Comigo atua
Diz pra esquecer tudo isso e deixar a diferença de lado
Só que na balada não beija, porque não almeja
Índio que não seja pelado

Não é engraçado o que se passa
A fumaça que tu inala, pra mim é pouco
A realidade da minha quebra é o suficiente
Pra me deixar louco

A gente passa sufoco
E sorri com o pastor roubando a cada oração
É de coração o que falo, onde passo tem
Cadáver de decoração

Dispenso o Tinder
Porque a PM tá sempre passando a mão no meu saco
Não fazem programa, mas me dão um cheiro
E o dinheiro no fim sou eu sempre quem pago


Eu já fiz coisas que você não faz
Eu já vi coisas que você nunca viu
A minha casa ainda não conhece paz
Sou nascido e criado no covil 2x

E eles são chatos

Por isso gostam tanto do meu saco
Vi que vocês postam enquanto eu cago
Pra opinião de quem não sabe do que fala

Meu trago faz da sala sauna
Fumaça num cômodo hoje é liberdade
Da fauna pra flora e agora quer calma, fi?
Cê não é exclusividade

Cês são câncer de toda a cidade
Faz a mocidade não ser mais alegre
Robô do sistema, frequente no tema
E é só um sintoma, tipo febre

Tipo lebre nóis corre
Quando vê viatura
Acha que é vitimismo
Mas não leva dura

Abaixa que o cinismo, meu
Ninguém atura
Um salve pros mano
No corre atrás de mistura
Se falaram tudo sobre
Saiba que é tudo o dobro
É como um cubo mágico
Na mão de um ogro

Presente, passado e futuro trágico
Um furo e é lógico
PM sádico produz
Atestado de óbito

A lista de pretos mortos
É maior que um obeso mórbido
Mas liguei pro Da Vinci
E pedi os código

Pra poder mostrar o sangue
Que o IBGE esconde
Governo é nosso sistema
Imunológico

Logo o Brasil tem HIV
Portugal veio no pelo
Quando decidiu foder
Porque


Eu já fiz coisas que você não faz
Eu já vi coisas que você nunca viu
A minha casa ainda não conhece paz
Sou nascido e criado no covil 2x

Covil
Tradução de Warllock em Portugues

Violência é coisa de branco rico
Enquanto isso no banco fico
Vendo o vizinho morrendo
A família sofrendo e o meu povo pagando mico

Mano, eu nasci num maldito circo
Onde todo leão é domado
E como aberração é tratado
Jogado na vala por mais de um suíno

Som de tiro por aqui é hino
Nego é adulto já desde menino
Fuzil é brinquedo que mete medo
No filho da puta que ousa encarar

E quem vem comprar
Chega tremendo tentando entender
O que acontece, quando ele sai
Com o cu cheio de droga pro apartamento e desaparece

Até parece um universo
Alternativo do da notícia
Pra cada herdeiro que mata os pais
Dez pretos morrem na mão da polícia
É grande a malícia
Lá no baile funk com a pati chapando à luz da lua
Mas se me encontra usando Juliet
Atravessa logo pro outro lado da rua

Comigo atua
Diz pra esquecer tudo isso e deixar a diferença de lado
Só que na balada não beija, porque não almeja
Índio que não seja pelado

Não é engraçado o que se passa
A fumaça que tu inala, pra mim é pouco
A realidade da minha quebra é o suficiente
Pra me deixar louco

A gente passa sufoco
E sorri com o pastor roubando a cada oração
É de coração o que falo, onde passo tem
Cadáver de decoração

Dispenso o Tinder
Porque a PM tá sempre passando a mão no meu saco
Não fazem programa, mas me dão um cheiro
E o dinheiro no fim sou eu sempre quem pago


Eu já fiz coisas que você não faz
Eu já vi coisas que você nunca viu
A minha casa ainda não conhece paz
Sou nascido e criado no covil 2x

E eles são chatos

Por isso gostam tanto do meu saco
Vi que vocês postam enquanto eu cago
Pra opinião de quem não sabe do que fala

Meu trago faz da sala sauna
Fumaça num cômodo hoje é liberdade
Da fauna pra flora e agora quer calma, fi?
Cê não é exclusividade

Cês são câncer de toda a cidade
Faz a mocidade não ser mais alegre
Robô do sistema, frequente no tema
E é só um sintoma, tipo febre

Tipo lebre nóis corre
Quando vê viatura
Acha que é vitimismo
Mas não leva dura

Abaixa que o cinismo, meu
Ninguém atura
Um salve pros mano
No corre atrás de mistura
Se falaram tudo sobre
Saiba que é tudo o dobro
É como um cubo mágico
Na mão de um ogro

Presente, passado e futuro trágico
Um furo e é lógico
PM sádico produz
Atestado de óbito

A lista de pretos mortos
É maior que um obeso mórbido
Mas liguei pro Da Vinci
E pedi os código

Pra poder mostrar o sangue
Que o IBGE esconde
Governo é nosso sistema
Imunológico

Logo o Brasil tem HIV
Portugal veio no pelo
Quando decidiu foder
Porque


Eu já fiz coisas que você não faz
Eu já vi coisas que você nunca viu
A minha casa ainda não conhece paz
Sou nascido e criado no covil 2x

Melhorar esta tradução

Devido à falta de tempo e de pessoas, muitas traduções são feitas com o tradutor automático.
Sabemos que não é o melhor, mas é o suficiente para deixar claro para aqueles que nos visitam.
Com a sua ajuda e a dos outros visitantes, podemos fazer deste site uma referência para as traduções de músicas.
Você quer dar sua contribuição para a música Covil Estamos felizes!

Warllock

Covil: Tradução e Letra - Warllock

Covil

Covil é a nova música de Warllock extraída do álbum 'Vilão Órfão de Vilania'.

As 10 músicas que compõem o álbum sãos as seguintes:

Estes são alguns dos sucessoscantados por . Entre parênteses vocês encontram o nome do álbum:

Ultimas Traduções e Letras Inseridas Warllock

Ultimas Traduções e Letras Inseridas

Traduções mais vistas esta semana

Até agora você melhorou
225
traduções de músicas
Obrigado!