Rudrashtakam : Tradução em Portugues e Letra - Krishna Das

A Letra e a Tradução em Portugues de Rudrashtakam - Krishna Das
Rudrashtakam : Tradução e Letra em Italian - Krishna Das Italian
Rudrashtakam : Tradução e Letra em Ingles - Krishna Das Ingles
Rudrashtakam : Tradução e Letra em Espanhol - Krishna Das Espanhol
Rudrashtakam : Tradução e Letra em Frances - Krishna Das Frances
Rudrashtakam : Tradução e Letra em Alemao - Krishna Das Alemao
Rudrashtakam : Tradução e Letra em Portugues - Krishna Das Portugues
Rudrashtakam : Tradução e Letra em Russo - Krishna Das Russo
Rudrashtakam : Tradução e Letra em Holandês - Krishna Das Holandês
Rudrashtakam : Tradução e Letra em Sueco - Krishna Das Sueco
Rudrashtakam : Tradução e Letra em Norueguês - Krishna Das Norueguês
Rudrashtakam : Tradução e Letra em Dinamarquês - Krishna Das Dinamarquês
Rudrashtakam : Tradução e Letra em Hindi - Krishna Das Hindi
Rudrashtakam : Tradução e Letra em Polonês - Krishna Das Polonês
Abaixo, você encontrará letras , videoclipes e traduções de Rudrashtakam - Krishna Das em vários idiomas. O vídeo da música com a faixa de áudio da música será iniciado automaticamente no canto inferior direito. Para melhorar a tradução, você pode seguir este link ou pressionar o botão azul na parte inferior.

Rudrashtakam
Letra de Krishna Das

1-Namaa miisha mishaana-nirvaana rupam
Vibhum vyaapakam brahma-veda-svaroopam
Nijam nirgunam nirvikalpam niriham
Chidaakaasha maakaasha-vaasam bhaje ham

I bow to the Ruler of the Universe, whose very form is Liberation
The omnipotent and all pervading Brahma, manifest as the Vedas
I worship Shiva, shining in his own glory, without physical qualities
Undifferentiated, desireless, all pervading sky of consciousness
And wearing the sky itself as His garment

Niraakaara monkaara-moolam turiiyam
Giraa gnaana gotiita miisham giriisham
Karaalam mahaa-kaala-kaalam krpaalam
Gunaagaara samsara paaram nato ham

I bow to the supreme Lord who is the formless source of “OM”
The Self of All, transcending all conditions and states
Beyond speech, understanding and sense perception
Awe-full, but gracious, the ruler of Kailash
Devourer of Death, the immortal abode of all virtues

Tushaa raadri-sankaasha-gauram gabhiram
Manobhuta-koti prabha sri sariram
Sphuran mauli-kallolini-charu-ganga
Lasad-bhaala-balendu kanthe bhujangaa
I worship Shankara, whose form is white as the Himalyan snow
Radiant with the beauty of countless Cupids
Whose head sparkles with the Ganga
With crescent moon adorning his brow and snakes coiling his neck

Chalatkundalam bhru sunetram visalam
Prasannaa-nanam nila-kantham dayaalam
Mrgadhisa charmaambaram mundamaalam
Priyam sankaram sarvanaatham bhajaami

The beloved Lord of All
With shimmering pendants hanging from his ears
Beautiful eyebrows and large eyes
Full of Mercy with a cheerful countenance and a blue speck on his throat

Pracandam prakrstam pragalbham paresham
Akhandam ajam bhaanukoti-prakaasam
Trayah-shula-nirmulanam shula-paanim
Bhaje ham bhavaani-patim bhaava-gamyam

I worship Shankara, Bhavani's husband
The fierce, exalted, luminous supreme Lord
Indivisible, unborn and radiant with the glory of a million suns;
Who, holding a trident, tears out the root of the three-fold suffering
And who is reached only through Love

Kalaatitata-kalyaana-kalpanta-kaari
Sadaa sajjanaa-nanda-daataa purarih
Chidaananda-sandoha-mohaapahaari
Prasida praslda prabho manmathaarih

You who are without parts, ever blessed
The cause of universal destruction at the end of each round of creation
A source of perpetual delight to the pure of heart
Slayer of the demon, Tripura, consciousness and bliss personified
Dispeller of delusion…
Have mercy on me, foe of Lust

Na yaavad umaanaatha-paadaaravindam
Bhajantiha loke parevaa naraanam
Na taavat-sukham shaanti-santaapa-naasham
Praslda prabho sarva bhutaa-dhivaasam

Oh Lord of Uma, so long as you are not worshipped
There is no happiness, peace or freedom from suffering
In this world or the next
You who dwell in the hearts of all living beings
And in whom all beings have their existence
Have mercy on me, Lord

Na janaami yogam japam naiva pujam
Nato ham sadaa sarvadaa sambhu tubhyam
Jaraa janma-duhkhaugha taatapya maanam
Prabho paahi apan-namaamisha shambho
I don't know yoga, prayer or rituals
But everywhere and at every moment, I bow to you, Shambhu!
Protect me my Lord, miserable and afflicted as I am
With the sufferings of birth, old-age and death

Rudrastakam idam proktam viprena haratosaye
Ye pathanti nara bhaktya tesam sambhuh prasidati

This eightfold hymn of praise was sung by the Brahman to please Shankara
Shambhu will be pleased with whomever heartfully recites it

Karpoora gauram karunaavataaram samsaara saaram bhujagendra haaram

He is white like camphor and the very incarnation of mercy and compassion
The only good thing in this world, wearing a king cobra as a garland

Sadaavasantam hridayaara vinde bhavam bhavaani sahitam namaami

It is always springtime in the lotus of His heart I bow down to Bhava , as well as to Bhavani who accompanies Him

Shambho Sadaa Shiva!

Rudrashtakam
Tradução de Krishna Das em Portugues

1-Nama miisha mishaana-nirvaana rupam
Vibhum vyaapakam brahma-veda-svaroopam
Nijam nirgunam nirvikalpam niriham
Chidaakaasha maakaasha-vaasam bhaje ham

do Universo, cuja forma é a Libertação
O Brahma onipotente e todo penetrante, manifestado como os Vedas
Eu adoro Shiva, brilhando em sua própria glória, sem qualidades físicas
Indiferenciado, sem desejo, todos permeando o céu da consciência
E vestindo o próprio céu como Sua vestimenta

Niraakaara monkaara-moolam turiiyam
Giraa gnaana gotiita miisham giriisham
Karaalam mahaa-kaala-kaalam krpalam
Gunaagaara samsara paaram nato ham

Eu me curvo ao Senhor supremo que é a fonte amorfa do “OM”
O Ser de Todos, transcendendo todas as condições e estados
Além fala, compreensão e percepção dos sentidos
Cheio de reverência, mas gracioso, o governante de Kailash
Devorador da Morte, a morada imortal de todas as virtudes

Tushaa raadri-sankaasha-gauram gabhir am
Manobhuta-koti prabha sri sariram
Sphuran mauli-kallolini-charu-ganga
Lasad-bhaala-balendu kanthe bhujangaa
Eu adoro Shankara, cuja forma é branca como a neve do Himalyan
Radiante com a beleza de incontáveis ​​Cupidos
Cuja cabeça brilha com o Ganga
Com a lua crescente adornando sua testa e cobras enrolando seu pescoço

Chalatkundalam bhru sunetram visalam
Prasannaa-nanam nila-kantham dayaalam
Mrgadhisa charmaambaram mundamaalam
Priyam sankaram sarvanaatham bhajaami

O amado Senhor de Todos
Com pingentes brilhantes pendurados em suas orelhas
Lindas sobrancelhas e olhos grandes
Cheios de misericórdia com um semblante alegre e uma mancha azul em sua garganta

Pracandam prakrstam pragalbham paresham
Akhandam ajam bhaanukoti-prakaasam
Trayah-shula-nirmulanam shula-paanim
Bhaje ham bhavaani-patim bhaava-gamyam

Eu adoro Shankara, marido de Bhavani
O fogo, exaltado, luminoso Senhor supremo
Indivisível, unbo rn e radiante com a glória de um milhão de sóis;
Quem, segurando um tridente, arranca a raiz do sofrimento triplo
E que só é alcançado através do Amor
Kalaatitata-kalyaana- kalpanta-kaari

Sadaa sajjanaa-nanda-daataa purarih
Chidaananda-sandoha-mohaapahaari
Prasida praslda prabho manmathaarih

Vocês que não têm partes, sempre abençoados
A causa da destruição universal no final de cada rodada da criação
Uma fonte de prazer perpétuo para os puros de coração
Assassina do demônio, Tripura, consciência e bem-aventurança personificada
Dissipador da ilusão …
Tem misericórdia de mim, inimigo da Luxúria

Na yaavad umaanaatha-paadaaravindam
Bhajantiha loke parevaa naranam
Na taavat-sukham shaanti-santaapa-naasham
Praslda prabho sarva bhutaa-dhivaasam

Ó Senhor de Uma, enquanto você não for adorado
Não há felicidade, paz ou liberdade do sofrimento
Neste mundo ou no próximo
Você que habita nos corações de todos os seres vivos ngs
E em quem todos os seres têm sua existência
Tem misericórdia de mim, Senhor

Na janaami yogam japam naiva pujam
Otan ham sadaa sarvadaa sambhu tubhyam
Jaraa janma-duhkhaugha taatapya maanam
Prabho paahi apan-namaamisha shambho
Não conheço ioga, oração ou rituais
Mas em todo lugar e a cada momento, me curvo a você, Shambhu!
Proteja-me meu Senhor, miserável e aflito como estou
Com os sofrimentos do nascimento, da velhice e da morte

Rudrastakam idam proktam viprena haratosaye
Ye pathanti nara bhaktya tesam sambhuh prasidati

Este hino óctuplo de louvor foi cantado pelo Brahman para agradar a Shankara
Shambhu ficará satisfeito com quem o recitar de coração

Karpoora gauram karunaavataaram samsaara saaram bhujagendra haaram

Ele é branco como cânfora e a própria encarnação da misericórdia e compaixão
A única coisa boa neste mundo, vestindo uma cobra-rei como guirlanda

Sadaavasantam hridayaara vinde bhavam bhavaan i sahitam namaami

É sempre primavera no lótus do Seu coração. Eu me curvo a Bhava, bem como a Bhavani que O acompanha

Shambho Sadaa Shiva!

Melhorar esta tradução

Devido à falta de tempo e de pessoas, muitas traduções são feitas com o tradutor automático.
Sabemos que não é o melhor, mas é o suficiente para deixar claro para aqueles que nos visitam.
Com a sua ajuda e a dos outros visitantes, podemos fazer deste site uma referência para as traduções de músicas.
Você quer dar sua contribuição para a música Rudrashtakam Estamos felizes!

CRÉDITOS

Apoie os autores e rótulos por trás de sua criação, comprando-o, se desejar.

Krishna Das

Rudrashtakam : Tradução e Letra - Krishna Das

Rudrashtakam

Krishna Das lançou uma nova música nomeada 'Rudrashtakam ' extraída do álbum 'Door of Faith' e nos estamos felizes en mostrar-lhes o texto e a tradução.

As 7 músicas que compõem o álbum sãos as seguintes:

Estes são alguns dos sucessoscantados por . Entre parênteses vocês encontram o nome do álbum:
  • Puja

Ultimas Traduções e Letras Inseridas Krishna Das

Ultimas Traduções e Letras Inseridas

Traduções mais vistas esta semana

Até agora você melhorou
225
traduções de músicas
Obrigado!