Privilegeret: Tradução em Portugues e Letra - Jooks

A Letra e a Tradução em Portugues de Privilegeret - Jooks
Privilegeret: Tradução e Letra em Italian - Jooks Italian
Privilegeret: Tradução e Letra em Ingles - Jooks Ingles
Privilegeret: Tradução e Letra em Espanhol - Jooks Espanhol
Privilegeret: Tradução e Letra em Frances - Jooks Frances
Privilegeret: Tradução e Letra em Alemao - Jooks Alemao
Privilegeret: Tradução e Letra em Portugues - Jooks Portugues
Privilegeret: Tradução e Letra em Russo - Jooks Russo
Privilegeret: Tradução e Letra em Holandês - Jooks Holandês
Privilegeret: Tradução e Letra em Sueco - Jooks Sueco
Privilegeret: Tradução e Letra em Norueguês - Jooks Norueguês
Privilegeret: Tradução e Letra em Dinamarquês - Jooks Dinamarquês
Privilegeret: Tradução e Letra em Hindi - Jooks Hindi
Privilegeret: Tradução e Letra em Polonês - Jooks Polonês
Abaixo, você encontrará letras , videoclipes e traduções de Privilegeret - Jooks em vários idiomas. O vídeo da música com a faixa de áudio da música será iniciado automaticamente no canto inferior direito. Para melhorar a tradução, você pode seguir este link ou pressionar o botão azul na parte inferior.

Privilegeret
Letra de Jooks

Jeg voksede op privilegeret
5. marts 1980 blev jeg leveret
Den førstefødte fik det hele serveret
Forkælet fra første gang jeg hev efter vejret
En gylden start, sølvske i munden
Så tæt på toppen og så langt fra bunden
Og langt fra slummen, jeg legede i gården
Hvor det' børn og ikk' tomme flasker, der fylder barnevognen
Barn af 68: Fri sex, fri hash
Ingen krav, ingen stress, ikk' travlt, ingen tæsk
Ikk' sulten, altid mæt, stadig ikk' tilfreds
Alt det var perfekt, stadig ikk' tilfreds
Og verden den drejer, og jeg bli'r ældre
Får det hele uden selv at løfte en finger
Barn af Danmark, hvor vi glemmer
At vores største problemer stadig kun er bagateller


Verden den drejer, mens vi lever og dør
Hele verden den kan rende mig
Drejer sig kun om mig, ja, jeg ikk' til at røre
Har kun mig selv i mine tanker
Pisser på andre, for jeg har mit på det tørrer
Forfængelighedens bål brænder
Planeten bliver varmere, der går ikk' lang tid før
Det hele går op i flammer

Jeg voksede op privilegeret
Har aldrig mærket hvor hårdt, livet det ka' være
Ser til min næsetip og ser ikk' mere
Centrum i min egen verden - egocentreret
De si'r, jeg' født heldig
Jeg er født fucking utaknemlig iklædt guld og Fendi
Og sølvske i munden, der' ingen dikkedar
Let at skrige, 'fuck verden', når den aldrig har kneppet dig
Jeg skriger mine lunger ud
Et dårligt mix af overforbrug og underskud
Langt fra liv med krig og frygt under huden
Ta'r i morgen forgivet, mens andre takker for hvert sekund, der' gået
Men jeg' ligeglad
Så længe jeg har til mig og mine, og min mad er dækket op på fin' fade

Og vinen den lige er fra kælderen, det' liv og glade dage
Skål for de penge, vi lige har lavet


Verden den drejer, mens vi lever og dør
Hele verden den kan rende mig
Drejer sig kun om mig, ja, jeg ikk' til at røre
Har kun mig selv i mine tanker
Pisser på andre, for jeg har mit på det tørrer
Forfængelighedens bål brænder
Planeten bliver varmere, der går ikk' lang tid før
Det hele går op i flammer

Jeg voksede op privilegeret
I den del af verden vi kalder civiliseret
Hvis folk ikk' gør som os, så bli'r de invaderet
Gør, som vi gør, eller bli' likvideret ved geværet
Men det ikk' min business
Du kommer ikk' til at se godt ud af at være politisk
Jeg går i fitness, for du ska' vær' lækker
I kongens København, hvor vi lever som prinser og prinsesser
Se mig, hør mig, knep mig, brug mig
Gør alt for berømmelse i 15 minutter
Og vi vil ikk' del' vores kvarter med nogen
Folk bliver sparket ud af landet, mens en hel generation—
Står med
Smil til fotografen, næsten bevidstløs
For alt kommer tilbage, det kaldes karma
Så jeg brænder som den første, når lortet går op i flammer


Verden den drejer, mens vi lever og dør
Hele verden den kan rende mig
Drejer sig kun om mig, ja, jeg ikk' til at røre
Har kun mig selv i mine tanker
Pisser på andre, for jeg har mit på det tørrer
Forfængelighedens bål brænder
Planeten bliver varmere, der går ikk' lang tid før
Det hele går op i flamme

Privilegeret
Tradução de Jooks em Portugues

Eu cresci privilegiado
5. Março de 1980 Eu dei à luz
O primogênito teve tudo servido
Mimado desde a primeira vez que levantei meu fôlego
Um começo dourado, uma colher de prata em minha boca
Tão perto do topo e tão longe do fundo
E longe da favela eu brinquei no quintal
Onde as 'crianças e não' as garrafas vazias que enchem o carrinho
Criança de 68: Sexo grátis, haxixe grátis
Sem requisitos, sem estresse, sem 'ocupado, sem espancamento
Não' com fome, sempre cheio, ainda não 'satisfeito
Tudo isso foi perfeito, ainda não' satisfeito
E o mundo ele gira e eu fico mais velho
Pega tudo sem levantar um dedo
Filho da Dinamarca, onde nos esquecemos
Que nossos maiores problemas ainda são apenas ninharias


O mundo gira enquanto vivemos e morremos
O mundo inteiro pode me controlar
É só sobre mim, sim, eu não 'toco'
Tenho apenas eu no meu pensamentos O fogo da vaidade queima
O planeta está esquentando, não demora muito para
D um todo vai em chamas

Eu cresci privilegiado
Nunca senti como é difícil, a vida pode ser
Olha a ponta do meu nariz e não vejo mais
Centro no meu próprio mundo - centrado no ego
Dizem que nasci com sorte
Nasci ingrato pra caralho vestido de ouro e Fendi
E colher de prata na minha boca que 'sem frescuras
Fácil de gritar, 'foda-se o mundo' quando ele nunca te fodeu
Eu grito até morrer
Uma mistura ruim de consumo excessivo e déficit
Longe da vida com guerra e medo sob a pele
Ta'r amanhã perdoado, enquanto outros agradecem por cada segundo que 'se foi
Mas eu' não me importo
Contanto que eu tenha para mim e meu, e minha comida está coberta pratos finos
E o vinho que vem da adega, é a vida e os dias felizes
Viva o dinheiro que acabamos de ganhar



O mundo gira enquanto vivemos e morremos
O mundo inteiro pode me controlar
É só sobre mim, sim, não posso tocar
Tenho apenas eu em meus pensamentos
Mijar nos outros , para eu tem a minha seca
O fogo da vaidade queima
O planeta está esquentando, não demora muito para que
Tudo se incendeie

Eu cresci até privilegiado Se as pessoas não fizerem como nós, serão invadidas
Faça como nós, ou serão liquidadas pela arma
Mas é não 'meu negócio
Você não vai ficar bem por ser político
Eu vou para a academia, porque você' vai ser delicioso
No King's Copenhagen, onde vivemos como príncipes e princesas
Me veja, me ouça, me foda, me use
Faça fama demais por 15 minutos
E não vamos 'dividir' nossa vizinhança com ninguém
Pessoas são expulsas do país enquanto uma geração inteira—
Fica com
Sorria para o fotógrafo, quase inconsciente
Pois tudo volta, se chama carma
Então eu queimo como o primeiro quando a merda sobe em chamas


O mundo gira enquanto vivemos e morremos
O mundo inteiro pode me controlar
É apenas sobre mi g, sim, não devo tocar
Tenho apenas a mim mesmo em meus pensamentos
Mijar nos outros, porque eu tenho o meu nele seca
O fogo da vaidade queima
O planeta está esquentando, não demora muito para que
Tudo se incendeie

Melhorar esta tradução

Devido à falta de tempo e de pessoas, muitas traduções são feitas com o tradutor automático.
Sabemos que não é o melhor, mas é o suficiente para deixar claro para aqueles que nos visitam.
Com a sua ajuda e a dos outros visitantes, podemos fazer deste site uma referência para as traduções de músicas.
Você quer dar sua contribuição para a música Privilegeret? Estamos felizes!

CRÉDITOS

A música "Privilegeret" foi escrita por Jooks. Você gosta da música? Apoie os autores e seus rótulos comprando-o.

Jooks

Privilegeret: Tradução e Letra - Jooks

Privilegeret

Jooks lançou uma nova música nomeada 'Privilegeret' extraída do álbum 'Privilegeret' e nos estamos felizes en mostrar-lhes o texto e a tradução.

O álbum consiste em 14 músicas. Vocês podem clicar nele para ver os respectivos textos e as traduções:

Aqui está uma pequena lista das músicas que poderia decidir cantar que incluirá o álbum do qual ele desenhou cada música:

Ultimas Traduções e Letras Inseridas Jooks

Ultimas Traduções e Letras Inseridas

Traduções mais vistas esta semana