Rima Com Farinha: Tradução em Portugues e Letra - Everton Mc & Pelé Do Manifesto

A Letra e a Tradução em Portugues de Rima Com Farinha - Everton Mc & Pelé Do Manifesto
Rima Com Farinha: Tradução e Letra em Italian - Everton Mc & Pelé Do Manifesto Italian
Rima Com Farinha: Tradução e Letra em Ingles - Everton Mc & Pelé Do Manifesto Ingles
Rima Com Farinha: Tradução e Letra em Espanhol - Everton Mc & Pelé Do Manifesto Espanhol
Rima Com Farinha: Tradução e Letra em Frances - Everton Mc & Pelé Do Manifesto Frances
Rima Com Farinha: Tradução e Letra em Alemao - Everton Mc & Pelé Do Manifesto Alemao
Rima Com Farinha: Tradução e Letra em Portugues - Everton Mc & Pelé Do Manifesto Portugues
Rima Com Farinha: Tradução e Letra em Russo - Everton Mc & Pelé Do Manifesto Russo
Rima Com Farinha: Tradução e Letra em Holandês - Everton Mc & Pelé Do Manifesto Holandês
Rima Com Farinha: Tradução e Letra em Sueco - Everton Mc & Pelé Do Manifesto Sueco
Rima Com Farinha: Tradução e Letra em Norueguês - Everton Mc & Pelé Do Manifesto Norueguês
Rima Com Farinha: Tradução e Letra em Dinamarquês - Everton Mc & Pelé Do Manifesto Dinamarquês
Rima Com Farinha: Tradução e Letra em Hindi - Everton Mc & Pelé Do Manifesto Hindi
Rima Com Farinha: Tradução e Letra em Polonês - Everton Mc & Pelé Do Manifesto Polonês
Abaixo, você encontrará letras , videoclipes e traduções de Rima Com Farinha - Everton Mc & Pelé Do Manifesto em vários idiomas. O vídeo da música com a faixa de áudio da música será iniciado automaticamente no canto inferior direito. Para melhorar a tradução, você pode seguir este link ou pressionar o botão azul na parte inferior.

Rima Com Farinha
Letra de Everton Mc & Pelé Do Manifesto

Vai!
Meu Rap é surrealista estilo Salvador Dali
Harry Potter da caneta trazendo mágica e free
Verso tenso
Tava propenso a ser um delinquente
Acertou
Hoje eu vou sequestrar a sua mente
Sem resgate o cativeiro vai ser sua opção
Até você se dar conta que não é som de ladrão
Pensando bem você tem razão
Que pena
Minha meta de início sempre foi roubar a cena
E booom
Oito anos depois disso quem diria
Chamado de poeta o preto da periferia
E ninguém dava nada além do menosprezo
Os bico perde a linha ao saber que eu nunca fui preso
Traficando informação estilo Bill
Meu produto é de primeira e nas esquina já viciou mais de mil
Não é Ópio, nem é kunk
Batida eletrizante
Tô perturbando a ordem então me leva em flagrante
Processo de criação incomoda
Que eu boto o som altão ouvindo os rapzão foda
Pelé dribla mais um, o game não tem graça
Eles querem artilharia a gente tá mirando a taça
Tipo Champions League dos MC
A gente é uma mistura de Leicester e Atlético de Madrid
Lunático, fanático, mas não religioso
Estrela um dia explode não quero ser luminoso
Vim causar alvoroço e discórdia tipo coringa
Mataram meus ancestrais e na rima a gente se vinga
Então bota um tambor no rap que eu vou sem dó
Alquimista da quebrada no beat de carimbó
Então chama Verequete, Pinduca e Laurentino
Música é coração eu ensino pra esses menino
Sou cabano moderno, poeta e freestaleiro
Mistura de Malcom X com Antônio conselheiro
Verso lindo tipo Pietá
Aí que tá
Pra mim o papo é reto que o sertão vai virar mar
Então eu vou navegar
Tipo Fernando Pessoa
Alagando as vida seca
Inundando com rima boa
Sou Bandeira, sou Machado
Sou Drummond, eu sou Amado
Sou do rap, sou da rua, o hino dos favelado
Sou Renan, Sérgio Vaz
Eu sou o Brown
Sou batalha de São Braz
Eu sou literatura marginal



Sou 'caboco' da terra
Eu sou de cima do mapa
Hip Hop, sou Korl Herc
Sou raízes de Bambaataa
Eu não quero ser idolo no RAP
Quero ser um sonho que inspira cada sonho de moleque
Que corre na rua com o pé cheio de piçarra
Não teve amor da mãe, mas se superou na marra
Palavras são arquiteturas de sabedoria
Tô pique um Oscar Niyemeier da poesia
As tia carregando sacola, dor pra 'caraio'
Hoje em dia até arara tem bico de papagaio
Sente só o swing da morena
Cidade das mangueiras Hip Hop rouba a cena
Conduzindo o caroço pela arte do meu flow
Sou da Terra de Landú e de terçado voador
Autoridade vem dando até dica nutricional
Hoje em dia fazem bolo com receita federal
Everton MC e Pelé do Manifesto
É tipo babuíno e King Kong em protesto
Cultura americana com um toque regional
Nós somos Abaporú por Tarsila do Amaral
Van Gogh ouviu besteira
E não cortou uma orelha
Poupou o sofrimento com um tiro na cabeça
Se for me criticar vou te querer distante
E se for me dar gelo me traga refrigerante
Me pergunta: 'como curei as decepção?'
eu passei anti virus no coração
Meus versos cabulosos estão de pé
Uma mistura louca de Eduardo e Patativa do Assaré
É tipo pedra mole em água dura
Tanto bate até que fura
Por isso insisto com minha cultura
Agora eu tô ligeiro com os caras que falam bosta
Em rio que tem piranha jacaré nada de costas
Eu sou recém nascido
Sou adulto, sou criança
Eu sou a marujada dos caboco de Bragança
Eu sou o menino Jesus de Marituba
Eu sou a cachaça fabricada em Abaetetuba
Eu sou o vaso marajoara de Icoaraci
Sou Círio de Nazaré, sou brinquedo de miriti
Sou a farinha d'água que vem lá de Capanema
Eu sou a sonoridade do Mosáico de ravena
Eu sou a resistência de um povo Macuxi
Te viciando muito mais do que farinha com açaí

Rima Com Farinha
Tradução de Everton Mc & Pelé Do Manifesto em Portugues

Vai!
Meu Rap é surrealista estilo Salvador Dali
Harry Potter da caneta trazendo mágica e free
Verso tenso
Tava propenso a ser um delinquente
Acertou
Hoje eu vou sequestrar a sua mente
Sem resgate o cativeiro vai ser sua opção
Até você se dar conta que não é som de ladrão
Pensando bem você tem razão
Que pena
Minha meta de início sempre foi roubar a cena
E booom
Oito anos depois disso quem diria
Chamado de poeta o preto da periferia
E ninguém dava nada além do menosprezo
Os bico perde a linha ao saber que eu nunca fui preso
Traficando informação estilo Bill
Meu produto é de primeira e nas esquina já viciou mais de mil
Não é Ópio, nem é kunk
Batida eletrizante
Tô perturbando a ordem então me leva em flagrante
Processo de criação incomoda
Que eu boto o som altão ouvindo os rapzão foda
Pelé dribla mais um, o game não tem graça
Eles querem artilharia a gente tá mirando a taça
Tipo Champions League dos MC
A gente é uma mistura de Leicester e Atlético de Madrid
Lunático, fanático, mas não religioso
Estrela um dia explode não quero ser luminoso
Vim causar alvoroço e discórdia tipo coringa
Mataram meus ancestrais e na rima a gente se vinga
Então bota um tambor no rap que eu vou sem dó
Alquimista da quebrada no beat de carimbó
Então chama Verequete, Pinduca e Laurentino
Música é coração eu ensino pra esses menino
Sou cabano moderno, poeta e freestaleiro
Mistura de Malcom X com Antônio conselheiro
Verso lindo tipo Pietá
Aí que tá
Pra mim o papo é reto que o sertão vai virar mar
Então eu vou navegar
Tipo Fernando Pessoa
Alagando as vida seca
Inundando com rima boa
Sou Bandeira, sou Machado
Sou Drummond, eu sou Amado
Sou do rap, sou da rua, o hino dos favelado
Sou Renan, Sérgio Vaz
Eu sou o Brown
Sou batalha de São Braz
Eu sou literatura marginal



Sou 'caboco' da terra
Eu sou de cima do mapa
Hip Hop, sou Korl Herc
Sou raízes de Bambaataa
Eu não quero ser idolo no RAP
Quero ser um sonho que inspira cada sonho de moleque
Que corre na rua com o pé cheio de piçarra
Não teve amor da mãe, mas se superou na marra
Palavras são arquiteturas de sabedoria
Tô pique um Oscar Niyemeier da poesia
As tia carregando sacola, dor pra 'caraio'
Hoje em dia até arara tem bico de papagaio
Sente só o swing da morena
Cidade das mangueiras Hip Hop rouba a cena
Conduzindo o caroço pela arte do meu flow
Sou da Terra de Landú e de terçado voador
Autoridade vem dando até dica nutricional
Hoje em dia fazem bolo com receita federal
Everton MC e Pelé do Manifesto
É tipo babuíno e King Kong em protesto
Cultura americana com um toque regional
Nós somos Abaporú por Tarsila do Amaral
Van Gogh ouviu besteira
E não cortou uma orelha
Poupou o sofrimento com um tiro na cabeça
Se for me criticar vou te querer distante
E se for me dar gelo me traga refrigerante
Me pergunta: 'como curei as decepção?'
eu passei anti virus no coração
Meus versos cabulosos estão de pé
Uma mistura louca de Eduardo e Patativa do Assaré
É tipo pedra mole em água dura
Tanto bate até que fura
Por isso insisto com minha cultura
Agora eu tô ligeiro com os caras que falam bosta
Em rio que tem piranha jacaré nada de costas
Eu sou recém nascido
Sou adulto, sou criança
Eu sou a marujada dos caboco de Bragança
Eu sou o menino Jesus de Marituba
Eu sou a cachaça fabricada em Abaetetuba
Eu sou o vaso marajoara de Icoaraci
Sou Círio de Nazaré, sou brinquedo de miriti
Sou a farinha d'água que vem lá de Capanema
Eu sou a sonoridade do Mosáico de ravena
Eu sou a resistência de um povo Macuxi
Te viciando muito mais do que farinha com açaí

Melhorar esta tradução

Devido à falta de tempo e de pessoas, muitas traduções são feitas com o tradutor automático.
Sabemos que não é o melhor, mas é o suficiente para deixar claro para aqueles que nos visitam.
Com a sua ajuda e a dos outros visitantes, podemos fazer deste site uma referência para as traduções de músicas.
Você quer dar sua contribuição para a música Rima Com Farinha Estamos felizes!

CRÉDITOS

A música "Rima Com Farinha" foi escrita por Pelu00e9 do Manifesto e Everton MC. Se você gosta dessa música, nós o encorajamos a comprá-la. Assim você os apoiará.

Everton Mc & Pelé Do Manifesto

Rima Com Farinha: Tradução e Letra - Everton Mc & Pelé Do Manifesto

Rima Com Farinha

Vos apresentamos o texto e a tradução de Rima Com Farinha, uma nova música criada por Everton Mc & Pelé Do Manifesto extraída do álbum ''

Outros álbuns de Everton Mc & Pelé Do Manifesto

Este álbum com certeza não é o primeiro da sua carreira, queremos lembrar álbuns como Preto e Branco EP.

Ultimas Traduções e Letras Inseridas Everton Mc & Pelé Do Manifesto

Ultimas Traduções e Letras Inseridas

Traduções mais vistas esta semana

Até agora você melhorou
225
traduções de músicas
Obrigado!